OS TEMPOS SÃO CHEGADOS

OS TEMPOS SÃO CHEGADOS

A Bíblia, no Apocalipse de João, previa, há milhares de anos, que haveria uma época, onde os tempos seriam chegados, onde a humanidade passaria por muito choro e ranger de dentes, um final dos tempos, onde a humanidade, como nós a conhecemos, iria passar por uma grande crise, ao final do qual, ressurgiria uma nova humanidade, mais justa, mais humana, mais fraterna.

Os fatos recentes que têm ocorrido no mundo todo são um claro sinal de que algo muito diferente está ocorrendo em nosso planeta. As mudanças no clima, os maremotos, os terremotos, as erupções vulcânicas, os tornados, furacões, chuvas torrenciais e enchentes, enfim, a natureza tem reagido de forma violenta, causando muitas mortes e grandes tragédias que vitimam populações inteiras, com desencarnes em massa.

Além disso, a violência a brutalidade e a maldade parecem ter se tornado uma doença social, com pais estuprando seus próprios filhos, filhos assassinando pais, assaltos violentos, seqüestros, enfim, uma maldade que parece não ter fim.

Segundo as explicações dos espíritos superiores, a humanidade está passando por uma mudança de fase. Estamos passando por uma segunda época, onde alunos retardatários e atrasados estão tendo a última chance para merecer continuar neste planeta. É como se as portas do inferno tivessem sido abertas, para que os espíritos mais atrasados tivessem a sua última chance de reencarnar no planeta, para poder melhorar e continuar aqui vivendo. Mas, como temos visto, a grande maioria está desperdiçando essa última chance e sendo reprovados aos montes. Não conseguem vencer o seu instinto de espíritos atrasados, e cometem todo tipo de crime, formam verdadeiras falanges de espíritos assemelhados no mal, para praticar o crime, incentivar o consumo de drogas, o sexo desenfreado, a corrupção, o mercantilismo e a avareza, causando o apego ao vil metal e, em nome deste, matando, roubando, vilipendiando.

Os reprovados neste exame de segunda época estão sendo transferidos para um planeta mais atrasado, ainda na idade da pedra, onde esses irmãos mais atrasados irão reencarnar, levando o conhecimento e as reminiscências de um paraíso perdido para ajudar o planeta e os seus habitantes a evoluir e alcançar os seus intentos.

Tal fato já ocorreu no nosso planeta, há uns 25 mil anos atrás, quando espíritos exilados de um planeta, chamado Capela, da constelação do Cocheiro, migraram para a Terra, ajudando os nossos habitantes das cavernas no seu desenvolvimento, levando ao florescimento das civilizações do passado, como a egípcia, a chinesa os maias, astecas, e outros.

O ciclo está se fechando e os últimos acontecimentos do Japão são um prenúncio desta fase difícil que se aproxima. A ocorrência do terremoto de 9 graus na escala Richter, seguido de um tsunami sem precedentes que ocasionou dezenas de milhares de mortes, além da destruição de várias usinas nucleares, com risco muitíssimo elevado de um acidente nuclear sem precedentes, com vazamento de radioatividade, é um claro sinal de que tais fatos irão ocorrer daqui para frente, de forma mais e mais freqüente. Além disso, todo japonês sabe que existe uma grande possibilidade de ocorrer um grande terremoto, chamado Tokkai Dishin (terremoto gigante), que irá destruir o país e dividí-lo ao meio, antes de afundar todo o país no mar. Além disso, nos Estados Unidos, é esperada a erupção de um grande vulcão, que destruirá praticamente todo o país, associado a terremotos e maremotos.

O Brasil, segundo esses espíritos superiores, é o país que menos irá sofrer com as mudanças. Este será uma espécie de porto seguro, para onde milhares e milhares de feridos, serão trazidos em navios e aviões, para serem socorridos e tratados. Os países hoje tidos como adiantados, como os Estados Unidos, o Japão, a Europa, a China, o Oriente Médio e os países da Oceania, irão sofrer as maiores mudanças. A humanidade, durante milhares de anos, brincou com coisas muito perigosas, como as drogas, a energia nuclear, a poluição e o envenenamento do ar, da água, do solo com seus venenos, com a exploração e queima do petróleo e seus derivados, do carvão, o desmatamento, a destruição da natureza, a extinção de espécies inteiras de animais, plantas, e outros seres vivos. Chegou o momento de a natureza apresentar a sua conta, a sua cobrança, a sua fatura.

O Brasil aparece como um país construído aos poucos, de uma forma peculiar, ao juntar, dentre todos os países da Europa, o português, cujo passado, com as invasões mouras e a formação do seu povo através da miscigenação, ocasionou um europeu menos preconceituoso e mais aberto às mudanças que os seus vizinhos. Ao português, somou-se o negro africano, com sua multiplicidade de culturas e tribos, das mais diversas regiões, que foi trazido como escravo. O índio, nativo local, com seus conhecimentos místicos, com sua cultura própria contribuiu para formar um povo mestiço. Aos poucos, vieram novas levas de europeus (italianos, alemães, poloneses, holandeses), de árabes, japoneses, judeus e outros povos, que, mesmo que em seus países de origem fossem extremamente conservadores e avessos à miscigenação, aqui encontraram um caldo cultural aberto às mudanças, à novidade. Temos comunidades de árabes, onde a grande maioria está miscigenada. Temos em São Paulo, comunidade de árabes e judeus convivendo pacificamente, companheiros de negócios sem radicalismos e sem rancores étnicos. A comunidade japonesa no Brasil, a maior colônia de japoneses fora do seu país de origem, hoje se encontra francamente miscigenada, tendo contribuído com vários traços de culinária, de costumes, tendo trazido um grande desenvolvimento para a agricultura e o plantio de hortaliças, legumes e frutas.

 Apesar de todo brasileiro reconhecer os seus defeitos, as suas falhas, depreende-se que a grande maioria delas é decorrente de nossa baixa escolaridade, dos poucos anos de estudo. O desenvolvimento de noções de cidadania, de respeito às regras, às leis, virão aos poucos, conforme nosso povo for sendo educado e aprofundando o seu grau de conhecimento. Este país multicolorido, multirracial e multicultural, será o grande líder do nosso planeta, nesta fase de mudança pela qual ela passa. A generosidade, a fraternidade e a solidariedade que caracterizam o nosso povo, serão fundamentais nesta fase de mudanças, onde nós receberemos de braços abertos os famintos e doentes que sobrarem deste grande cataclismo que se avizinha a passos largos.

O nascimento de crianças espiritualmente avançadas, ditas crianças índigo e crianças cristal, é uma confirmação de que o ciclo irá continuar e que o fim do mundo não será um aniquilamento de toda a humanidade, mas apenas um processo de depuração, que, uma vez terminada, irá gerar um planeta muito melhor, com o fim do sistema capitalista e suas injustiças, originando um mundo onde as trocas serão feitas pelo valor intrínseco de cada produto, acabando com uma era de desigualdade, onde uma tonelada de arroz tem valor menor que um telefone celular. Será um mundo que será governado pelas mulheres, pois estas são muito mais evoluídas que os homens. Deixaremos para trás uma era onde imperou a força bruta e a Lei do mais forte, por uma era governada pela justiça, pela ética e pelos princípios morais.

Estejamos preparados, pois os tempos são chegados.

publicado por drtakeshimatsubara às 01:04 | comentar | favorito