LEI DA ATRAÇÃO

LEI DA ATRAÇÃO

A partir de 2004, o mundo todo começou a falar sobre esta tal Lei da Atração.
O que é isso?
Nós ocidentais, somos frutos de uma cultura judaico-cristã, baseado na culpa. Nós nascemos impregnados pelo pecado original, ou seja, já nascemos devendo para Deus. Como Adão e Eva comeram do fruto do pecado, nós, como seus descendentes,somos todos pecadores também.
Toda vez que pensamos no dinheiro, na riqueza, na felicidade ou no trabalho, vem o sentimento de culpa. Como podemos trabalhar duro e enriquecer honestamente, sem que esse sentimento de pecado nos assole?
Precisamos deletar essas informações erradas que nos foram inculcadas em séculos de obscurantismo religioso. Nós podemos ser felizes, nós podemos ter a riqueza, desde que ela seja obtida honestamente, com trabalho e com esforço.
O livro “o Segredo, de Rhonda Byrne”, publicado recentemente, fala sobre a Lei da Atração. Prega esta Lei, que o nosso pensamento tem forma, quase material. Conforme é o nosso pensamento, criamos uma energia positiva ou negativa, que resulta daquilo que pensamos. Exemplificando, se nós queremos nos formar numa profissão, por exemplo, sermos médicos, mas somos de uma familia pobre, podemos ter duas maneiras distintas de pensar. Na primeira forma, nós pensamos: “Puxa, minha família é pobre, nunca na vida que eu posso sonhar em ser médico. Imagina só, como os meus pais vão poder custear meus estudos? Os livros de Medicina são muito caros, estudo numa escola pública, eu nunca vou conseguir passar num vestibular, onde a concorrência é de 100 candidatos por vaga!
Na segunda forma de pensar: “Puxa, apesar de minha família ser humilde, de ter estudado numa escola pública, eu vou fazer das tripas coração e, apesar de minhas deficiências, estudarei o dobro dos outros candidatos para ser vitorioso no vestibular. Depois, eu me viro para pagar um financiamento educacional do governo, farei meus bicos para custear meus livros, enfim, tenho certeza absoluta de que vou me tornar médico, pois acho esta profissão maravilhosa e missionária! Quero salvar vidas, fazer o bem, ajudar a cuidar deste meu povo tão sofrido, levar uma palavra amiga para os que padecem dos diversos males que assolam nossa sociedade, principalmente as camadas mais humildes como aquela da minha família... Entenderam a diferença? Um pessimista, já se deixou derrotar antes mesmo de começar o processo, acomodando-se numa posição de coitadinho, procurando mil desculpas para o fracasso, antes mesmo de ter tentado. O outro, tem um objetivo claro e preciso, e seus objetivos não são apenas egocêntricos, voltados para si mesmo, mas sim altruísta, seu objetivo tem uma finalidade maior, de fazer o bem. Notem bem que isso é diferente de Pensamento Positivo, uma corrente que foi muito difundida nas décadas de 70 e 80, através da divulgação de um autor americano, chamado Murphy, que pregava a força do pensamento positivo. O pensamento apenas, sem um objetivo claro e altruísta, não atinge um objetivo e não chega a lugar algum.
A nossa humanidade está passando por um grave momento de crise. O sistema capitalista, que vigorou por séculos na nossa sociedade ocidental, gerou muita desigualdade, injustiça social, e riqueza extrema de alguns poucos países e sociedades, em detrimento de uma miséria na grande maioria dos outros países. Enquanto a sociedade americana consumia 30% da energia e dos alimentos do mundo, os continentes africanos, a América Latina e os países pobres da Asia, ficavam com uma migalha pequena dessa partilha.
O consumo desenfreado de petróleo, o desmatamento, e a poluição industrial, gerou um aquecimento global, que está causando sérios desvios no clima, e provocando o aumento do nível dos oceanos.
As drogas, a violência urbana, o consumismo desenfreado, gerou uma sociedade violenta, armada, estúpida e sem amor.
Os profetas do Apocalipse criaram uma sensação de final dos tempos, de fim do mundo. Parece que nossa sociedade não pode sobreviver e se auto-destruirá, em poucos anos. Seja através de uma guerra nuclear, ou um ataque terrorista sem precedentes, ou ainda uma colisão de um cometa, nossa querida Terra parece ter os seus dias contados e, com ela, nossa sociedade como conhecemos chegará inexoravelmente ao seu final.
Se nós formos nos basear na Lei de Atração, acontecerá aquilo que nós desejarmos. Se quisermos nos deixar dominar pelo medo, pelo terror e pela inexorabilidade do nosso destino, podemos nos preparar para o fim do Mundo. Porém, se nós mudarmos nossa vibração, elevarmos um pouco o nosso pensamento, podemos escolher um outro caminho, o da esperança, o da certeza de que nós iremos superar nossas dificuldades. Que nós, brasileiros, estamos dando um grande passo com nossos biocombustíveis, com o álcool, com a energia renovável e limpa. Podemos parar de desmatar a Amazônia, pois podemos dobrar ou triplicar nossa produção agrícola e sermos o celeiro do mundo, sem precisar derrubar uma única árvore das nossas florestas, utilizando as terras ociosas que temos por este imenso país afora. Podemos, como brasileiros, darmos um exemplo ao mundo, pois somos o povo mais generoso, alegre, solidário, aberto a tudo e a todos, um país onde todos os imigrantes que vieram, de todos os cantos do mundo, foram absorvidos naturalmente, para constituir uma nova raça, a raça brasleira, mistura do branco (português), índio, negro, associado ao alemão, italiano, japonês, russo, polonês, etc etc. Ao contrário do que ocorreu nos Estados Unidos, onde se formou guetos de asiáticos, hispânicos, negros, italianos, judeus, etc. Somos portanto, uma sociedade fraterna, que se miscigenou naturalmente, sem preconceitos raciais, sem conflitos, gerando esse povo bonito e feliz.
Portanto, podemos utilizar a Lei da Atração para ajudar a melhorar o mundo, construir uma sociedade mais justa, mais fraterna, sem preconceitos de raça e de religiões, onde as guerras tenham ficado num passado cada vez mais distante, assim como a preocupação com o clima, com a economia, com a justiça social, pois teremos com certeza um mundo muito melhor.

publicado por drtakeshimatsubara às 01:32 | comentar | favorito