CENTRO HOMEOPÁTICO DE SAÚDE PÚBLICA DE DOURADOS

CENTRO HOMEOPÁTICO DE SAUDE PÚBLICA DE DOURADOS

Em 18 de maio de 1992 foi fundado o Cento Homeopático de Saúde Pública de Dourados, “Dr. Santiago Martinez dos Santos,” numa edícula na Rua Antonio Emilio de Figueiredo. Era uma casa que tinha um problema crônico no telhado e, toda vez que chovia forte, inundava tudo por dentro. Mas, foi um embrião de um projeto visionário, liderado por vários médicos homeopatas da cidade e que contou com o apoio do então prefeito, Brás Melo, que foi um grande incentivador do projeto.
Ao longo dos anos, ele foi mudado para, como dizia o dr. Archiduque Fernandes, a b... (região glútea) do Centro de Saúde Tipo A até que, em 30 de janeiro de 2000, ser inaugurado em prédio próprio, no segundo mandato do prefeito Brás Melo, com Sandro Barbara como secretário de Saúde da época.
Ao longo desses dezessete anos, ele serviu para fornecer material para diversas teses de mestrado e doutorado de vários autores de grandes centros como São Paulo e Rio de Janeiro; serviu também para estágio de diversos alunos formados no curso de homeopatia de Campo Grande, que tinham lá suas aulas teóricas,, mas a parte prática, concluíram no Centro Homeopático, cujo volume de atendimento, contribuiu decisivamente para a grande qualidade dos médicos formados. Seu projeto serviu de inspiração para que outros centros homeopáticos fossem criados pelo Brasil afora, como Juiz de Fora, Vitória, Rio de Janeiro, Volta Redonda, etc.
Através da liderança natural do dr. Archiduque, juntamente com o Dr. Ailton Salviano, dr. Nelson Kozoroski, Dra. Maristela Menezes, Dr. Carlos Cesar Gazal Mahmoud, dr. Takeshi Matsubara dra, Alice Kozoroski, Dr. Laidenss Guimarães, dra. Heliá, Dra. Eliane, dr. Sérgio Marra, vários médicos, ao longo dos anos, compartilharam, com dra. Waldenil Carneiro Rolim, psicóloga, e vários funcionários, a honra e o privilégio de poder trabalhar num local onde se respira homeopatia.
O Centro Homeopático tratou milhares de pacientes ao longo desses anos, gratuitamente, pelo Sus, contribuindo para a difusão da homeopatia em nossa cidade e região. Apesar de todas as campanhas difamatórias que a Rede Globo desenvolveu ao longo dos anos, ela não conseguiu abafar e acabar com essa especialidade, pois seus resultados falam mais alto que todo o preconceito e desinformação, inclusive de diversos médicos e cientistas, cujo desconhecimento sobre o tema, aliado ao racionalismo exacerbado, contribuiu para fomentar essas campanhas negativas. Como dizia o dr. Archiduque, contra fatos não há argumentos. O fato é que os pacientes melhoraram, não precisaram mais tomar remédios aos montes, as crianças com asma não precisaram mais tomar corticóides, fazer inalações de madrugada, as infecções de garganta sararam sem nenhuma injeção, antibióticos ou anti-inflamatório, somente tomando aquelas “bolinhas de açúcar”. Isso formou uma legião de fãs, que, boca-a-boca, foi divulgando a homeopatia e o Centro Homeopático.
Realmente, é incrível que, passados tantos anos, ainda existam pessoas que desconheçam a existência do Centro Homeopático. Mal sabem elas que este foi o primeiro centro dedicado exclusivamente à homeopatia no Brasil. Que, nos Congressos de Homeopatia pelo país, ele seja uma referência sempre citada. Nós douradenses, padecemos de uma baixa auto-estima, pois não valorizamos nossas riquezas. Este é, com certeza, mais um motivo para nos sentirmos orgulhosos de aqui morarmos. Esperamos que o nosso prefeito, que está se mostrando tão afeito a desfazer, a desconstruir e até mesmo destruir obras dos políticos anteriores, seja tocado pelo espírito da construção e da reforma, para ampliar e divulgar essa obra que pertence a todos nós. O secretário de Saúde, Sandro Barbara, participou ativamente da construção do prédio em 2000. Agora, cabe ao mesmo, atuar positivamente para alçar este serviço ao lugar de destaque que ele merece.

publicado por drtakeshimatsubara às 01:39 | comentar | favorito