18
Abr 21

HOMEOPATIA

HOMEOPATIA
Em 1990, poucos anos depois de formado e de ter iniciado minha carreira médica em Dourados, MS, aonde havia chegado com 25 anos de idade , com cara de guri, cheio de esperanças e de sonhos, ao atender os meus pacientes, ao interna-los na enfermaria do Hospital Evangélico, aos poucos fui me preocupando com a minha profissão.
Ao perceber que tudo que causava febre nos pacientes, era tratado por todos os meus colegas com no mínimo um, ou em média 2 antibióticos nas receitas, percebi que algo havia de errado. Os professores da faculdade e da residência médica eram bastante incisivos ao nos orientar para usarmos antibióticos com extrema cautela e precaução, por causa dos inúmeros problemas de resistência bacteriana, de perda de eficácia deles em pouco tempo de uso. Percebia que na prática, essas orientações e precauções não faziam parte da prática dos meus colegas. Além disso, qualquer balconista de farmácia era craque em dizer que toda febre era causada por problema de garganta e prescreviam antibióticos para todas as crianças com febre que os procuravam.Graças a Deus, essa prática melhorou muito hoje em dia, pois há uma proibição dos balconistas venderem antibioticos sem receita médica, em duas vias.
Além disso, percebia que a prática dos outros colegas que atendiam pacientes crônicos, como endocrinologistas, cardiologistas, reumatologistas, psiquiatras e tantos outros, tinham pacientes por dezenas de anos, até morrer, com prescrições que se repetiam ad nauseam e, no entanto, os pacientes nunca saravam de suas doenças.
Estava evidente que a medicina tradicional, alopática, tinha muitos bons resultados, mas pecava por alguns efeitos colaterais danosos, devido ao uso indiscriminado dos medicamentos e da prática médica de se usar remédios por anos a fio, com efeitos danosos ao organismo, o que nos chamamos hoje de iatrogenia, ou seja, o mal causado pelo próprio remédio ou pelo médico. Precisava buscar alternativas e um colega Mário Schwarzberg, me convidou para fazermos juntos um curso de homeopatia em São Paulo.
Num grupo de médicos e odontólogos da cidade, começamos a fazer um curso de homeopatia na capital paulista numa entidade dita brasileira de homeopatia. Em pouco tempo, percebemos que aquele curso era uma arapuca, e um de seus professores fundou outro curso e nós migramos junto com ele. Conseguimos nos formar especialistas em homeopatia e eu comecei a atender os meus pacientes exclusivamente na especialidade.
Nesse ínterim, quando começava a estudar a especialidade em São Paulo, conheci o dr. Archiduque Fernandes, pediatra famoso, que havia chegado na década de setenta e era conhecido pelas mães, por ser um médico disciplinador. Comecei a fazer estágios com ele todas as tardes, no Posto da Vila Rosa, onde ele atendia os seus pacientes. Ficava maravilhado com os seus resultados, pois além de ser ótimo médico, ele era extremamente corajoso e audacioso, e tratava casos graves com homeopatia, como broncopneumonias, infecções graves, diarreias etc. O resultado que ele obtinha era incrível, pois ele pedia retorno no dia seguinte e o paciente invariavelmente tinha melhorado os sintomas. Nós nos tornamos grandes amigos e, devido á diferença de idade, ele me adotou como seu filho adotivo. Foi uma longa e bela amizade, que só findou com seu desencarne, ocorrido em 2007, quando teve câncer de próstata. Escrevi em meu blog, 2 artigos sobre o dr. Archiduque, em sua homenagem.
Juntamente com dr.Archiduque, dr. Ailton Salviano, Dr Leidniz, Dr. Nelson Kozoroski, depois dra .Maristela e a dra Waldenil, psicóloga, formamos o grupo que fundou o Centro Homeopático de Saúde Publica de Dourados, Dr. Santiago Martinez dos Santos, na Rua João Vicente Ferreira, onde passamos a atender pacientes com homeopatia pelo SUS. Foi um empreendimento pioneiro, que contou uma historia linda, que culminou depois com a construção do prédio próprio, na Rua Monte Castelo, esquina com a Avenida Liberdade e que hoje está completamente abandonado, mais uma das belas obras da administração passada em nossa cidade.

  • Continua no próximo capítulo.
publicado por drtakeshimatsubara às 15:54 | comentar | favorito
02
Abr 21

DITADURA?!?!?! QUAL DITADURA????

DITADURA?!?!?!?! QUAL DITADURA???

Vejo postagens no facebook, de pessoas criticando a comemoração do 31 de março de 1964 pelo presidente e pelo ministro da Defesa. Dizem que não devemos comemorar a “ditadura militar”.

Porém, eu me pergunto: Qual ditadura? A Constituição Federal de 1988, em seu Artigo 136 estabelece o Estado de Defesa e no artigo  137 o estado de sítio:

Art. 137. O Presidente da República pode, ouvidos o Conselho da República e o Conselho de Defesa Nacional, solicitar ao Congresso Nacional autorização para decretar o estado de sítio nos casos de:

I - comoção grave de repercussão nacional ou ocorrência de fatos que comprovem a ineficácia de medida tomada durante o estado de defesa;

II - declaração de estado de guerra ou resposta a agressão armada estrangeira.

Parágrafo único. O Presidente da República, ao solicitar autorização para decretar o estado de sítio ou sua prorrogação, relatará os motivos determinantes do pedido, devendo o Congresso Nacional decidir por maioria absoluta.

O Estado de sitio, onde são temporariamente suspensas as atividades do Legislativo e do Judiciário e as pessoas perdem as suas prerrogativas constitucionais, principalmente o direito de ir e vir, é o momento de máxima intervenção, do poder publico, sobre a vida das pessoas.

Entretanto, o que nós temos assistido, no último ano, principalmente nos últimos meses, são prefeitos e governadores decretando verdadeiros estados de sítio, com outras nomenclaturas, mas com a mesma finalidade, contrariando todos os preceitos constitucionais, ou seja, nós estamos sim, vivendo uma ditadura!!!!!

Tive uma postagem na mesma mídia social retirada de circulação, somente porque questionava a decretação do fechamento total de tudo, quando não existem trabalhos científicos que comprovem a sua eficácia!!!

No entanto, vemos governadores e secretários decretando o fechamento do comércio, sem nenhum critério, causando a quebra de empresas, de comerciantes, de pessoas que retiram o seu sustento do seu trabalho, sob a alegação de que precisamos fechar para controlar a pandemia! Com o estabelecimento de horários, a partir do qual, é proibido a circulação, o direito mais básico da Constituição, o direito de ir e vir, nos é retirado, sob o argumento de controlar uma disseminação viral.!!!

Governadores e prefeitos, ao receberem o voto do cidadão, se arvoram em reis, em presidentes da republica, em ditadores, com direitos sobre a vida e a morte dos seus cidadãos! Esquecem-se de que nós ainda vivemos num regime democrático, onde foi através do voto que a população concedeu o poder temporário, para que ele agisse em beneficio dos seus eleitores. Não contra os mesmos.

As mídias, os jornais, os canais de televisão aberta ou por assinatura, nunca tiveram tanta liberdade para falar mal do presidente, para achincalhar cada fala, cada discurso, cada ato praticado pelo mesmo. No entanto, chamam o presidente de ditador!!!!

Quem também tem agido como presidente da republica, são os 11 ministros do STF, que a todo momento, enlameiam a Constituição Federal, aquela que eles juraram defender e respeitar, a cada momento, a cada sentença, liberando traficantes, contradizendo votos que eles mesmos votaram no passado, sem que nenhum fato novo tivesse ocorrido no período!

Como dizem alguns, todos eles esticaram a corda ao seu extremo, ao seu limite de resistência. O povo brasileiro, esse povo ordeiro, pacifico e cordato, está sendo humilhado, está sendo achincalhado, esta sendo pisado pelos poderes constituídos, aqueles agentes públicos que foram colocados lá por esse mesmo povo.

Não adianta ficar pedindo intervenção militar!!! O Exército brasileiro e as nossas Forças Armadas, não foram criadas para dar golpes militares e derrubarem presidentes. A culpa não é do presidente!!!

Nós, povo brasileiro, precisamos dar um basta em tudo isso, não aceitando imposições que contrariem a Constituição Federal! Ela é a nossa lei maior. Qualquer ser ou ente público que promovam atos contrários `à Constituição, não deve ter os seus atos respeitados, pois nós estaremos sendo coniventes com um crime constitucional!

Quando o povo da Bahia entender que o governador não pode ordenar que a PM atue contra o cidadão que quer trabalhar, que ele não pode atirar e matar um colega de farda, porque o mesmo teve um “surto” por se recusar a atirar em cidadãos indefesos, em prender pessoas somente porque elas queriam trabalhar, vender o seu produto!!!!

Gente, é muito sério tudo isso que nós estamos vivendo e passando!!!

A Primavera Árabe de 2010, aconteceu quando o povo saiu nas ruas, para pedir a renuncia de governantes que estavam agindo como os nossos, agindo contra os interesses do povo, prendendo cidadãos sem razão, quando o Estado perdeu a sua razão de ser, nesse momento, a população teve uma clara percepção do que estava acontecendo.

Não podemos permitir que essa crise, que essas mortes que têm ocorrido, sejam utilizados de maneira politica, suja, nefasta, e criminosa!

Precisamos resgatar o Estado de Direito, precisamos resgatar o cumprimento da nossa Constituição Federal. Todo aquele que estiver agindo contra a nossa Lei maior, deve ser preso e ter o seu mandato cassado!!!

Isso sim é acabar com a ditadura!!!!

E viva a liberdade de expressão!!!!

publicado por drtakeshimatsubara às 14:11 | comentar | favorito
14
Mar 21

A BACTÉRIA E A RESISTÊNCIA BACTERIANA

A BACTÉRIA E A RESISTÊNCIA BACTERIANA

Há 31 anos, 2 anos após terminado a residência médica em pediatria, e já exercendo a profissão em Dourados, tive uma grande crise existencial, ao constatar que estava numa batalha incessante contra um mísero ser vivo, chamado bactéria, e que aos poucos, estávamos tendo uma perda territorial perigosa, que poderia causar o surgimento de uma super bactéria e com isso, a morte de milhões, talvez bilhões de seres humanos. Constatava que, desde 1929, quando Alexander Fleming descobriu que um fungo, que crescia no bolor do pão estragado, Penicilium sp., produzia uma substancia, chamada penicilina, que  era um agente antimicrobiano que matava as bactérias, tivéramos uma mudança radical nos rumos da medicina ocidental. Até então, as pessoas que contraiam doenças causadas por bactérias, tinham uma grande chance de morrer. Por isso, os artistas e boêmios do passado, morriam super jovens, com 20, 30 anos de idade, ao contraírem a tuberculose devido aos seus excessos de estilo de vida. Após a descoberta de Fleming, que iniciou a era dos antibióticos, tivemos uma série de vitórias, permitindo que as pessoas que sofressem infecções graves, como meningites, pneumonias, abscessos intra abdominais e tantas outras causas que eram quase que uma sentença de morte, pudessem ser superadas e permitindo que a sociedade humana pudesse vencer essas infecções e assim, alcançar uma longevidade nunca antes imaginada.

As bactérias foram criando mecanismos de sobreviver ao ataque dos antibióticos, chamados mecanismo de resistência bacteriana, que permitiam que elas destruíssem a molécula do antibiótico. Por exemplo, as penicilinas são substâncias orgânicas, que têm em sua molécula, um radical, chamado anel beta lactamico. As bactérias, passaram a produzir uma molécula que destruía, que quebrava esse anel, chamado betalactamato, fazendo com que o antibiótico perdesse a sua eficácia. Os laboratórios da industria farmacêutica, criaram moléculas que resistiam a esse ataque, com isso, deram origem às substancias que driblavam essa resistência bacteriana. E assim, batalha após batalha, temos uma luta, entre os cientistas da industria farmacêutica, e as bactérias, que vão criando mecanismos de resistência ao antibiótico.

Devido ao uso irracional, indevido e abusivo dos antibióticos, temos, anos após anos, mais e mais cepas de bactérias que se tornam multi-resistentes, ou seja, que são resistentes a vários antibióticos. Com isso, em certos ambientes, como UTI e enfermarias de moléstias infecciosas, já temos cepas bacterianas multi-resistentes à grande maioria dos antibióticos disponíveis, fazendo com que essa guerra, esteja perigosamente chegando ao ponto da vitória da bactéria.

O grande erro, tantos dos médicos, dos balconistas de farmácia, e das pessoas leigas, é achar que o antibiótico é a panaceia que resolvem todos os casos de febre. Na grande maioria dos casos, em torno de 90% dos casos, o causador da febre é um vírus, agente sobre o qual, o antibiótico não tem ação nenhuma. Graças a Deus, a Anvisa e as entidades de classe, criaram mecanismos para coibir a prescrição dos antibióticos pelos balconistas e farmacêuticos, tornando obrigatório o uso de receita médica em duas vias, sendo que uma delas fica retida na farmácia, para justificar o destino que foi dado ao antibiótico vendido. Mas, mesmo assim, vez ou outra, vemos alguns pacientes que encontram farmácias que burlam esse sistema de fiscalização. Mas, mesmo assim, houve uma melhora do problema.

Porém, muitos médicos, com medo de processos e do risco moral de suas prescrições, além do medo que o quadro se agrave e o paciente reclame por isso, acabam prescrevendo antibióticos de maneira abusiva e desnecessária. São pessoas que pensam de maneira imediatista, não sopesando os riscos e as consequências de seus atos.

Por isso, a classe médica, a sociedade e os profissionais que lidam diretamente com o comercio e a fabricação dos medicamentos, precisam se conscientizar sobre os riscos do uso indiscriminado, sobre as vendas indevidas e desnecessárias, sobre o uso dessa substancia, que é tão revolucionaria, mas ao mesmo tempo, pode se tornar uma arma poderosa contra essa própria sociedade e o nosso sistema de vida.

Precisamos usar de maneira parcimoniosa, respeitosa e ética, os medicamentos, sabendo que eles não são inócuos, que eles tem efeitos colaterais, e que seu uso indevido, pode causar consequências graves para nos mesmos. Somente assim, poderemos prolongar essa batalha por mais um longo tempo, dando tempo para a industria farmacêutica criar mecanismos que driblem a criatividade da natureza.

A vida, mesmo de uma bactéria, é importante e ela vai fazer de tudo para sobreviver.

Saibamos lutar com respeito diante de todas as manifestações de vida, mesmo as menores delas, como os vírus e bactérias. Elas têm causado um dano tremendo para nossa sociedade, devido ao desequilíbrio que nós mesmos promovemos.

Pensemos nisso.

publicado por drtakeshimatsubara às 15:55 | comentar | favorito
08
Mar 21

FINAL DE ERA

 

FINAL DE ERA

 A sensação de ser censurado por uma plataforma não é confortável, dá uma sensação ruim, como se tivéssemos feito algo de errado, cometido algum crime. Mas, ao mesmo tempo, vem a sensação de injustiça, de profunda indignação por sermos punidos apenas por estarmos dizendo uma verdade, algo que o sistema não quer que seja divulgado. Temos assim, a clara percepção de que estamos vivendo realmente um fim de uma era, um período em que todos nós fomos dominados, escravizados, mantidos dóceis e obedientes a um sistema de dominação, onde o ser humano era apenas um instrumento para gerar riqueza, para trabalhar até morrer, para servir a um sistema onde pouquíssimos privilegiados mantiveram toda a estrutura funcionando.

Temos certo de que estamos vivendo um final de era, que dará inicio a um período de luz, de muita luz, onde todos nós poderemos ter a clara percepção da nossa importância, do nosso papel essencial de que não seremos mais um simples tijolo, mas seremos uma peça útil, onde o nosso trabalho, onde a nossa atuação servira para que outras pessoas possam se beneficiar disso.

Segundo os mentores espirituais e espíritos de elevada estirpe, que tem ajudado a terra nesse processo de transição, o nosso planeta subirá um degrau, deixando de ser um planeta de expiação pra se tornar um planeta de regeneração. Isso significa que todos aqueles que não coadunarem com os novos valores, serão retirado e levados para outros planetas, compatíveis com a sua vibração e seus valores.

Nessa nova era, a palavra principal será amor, compaixão, e fraternidade. Teremos que ser movidos pela energia do amor em todos os nossos atos. O nosso trabalho, será direcionado para algo que amamos, para algo que nos traz realização pessoal, não apenas nos renda dinheiro. Aliás, esta será um detalhe por algum tempo, ate que não seja mais necessário daqui a algum período. A compaixão, nos movera, em todos os nossos atos. Não seremos mais julgadores, não apontaremos nosso dedo para o erro alheio, mas sim agiremos compassivamente, entendendo e auxiliando o nosso irmão, que porventura tenha cometido algum erro, para que possa superar suas dificuldades e passara a não errar mais.

A fraternidade, a necessidade de trabalharmos em grupo, em conjunto, onde o nosso ego dará lugar ao nós, ao conjunto, onde o bem estar de todos seja o nosso motivo de busca, em vez do egoísmo e egocentrismo que moveu o mundo até então.

O mundo como o conhecemos até então, competitivo, onde guerrear e matar o inimigo era aceito mundialmente como possibilidade para as contendas, para as lutas fratricidas que dizimaram milhões, bilhões de seres ao longo da historia, ficará para trás, em breve.

Nesse novo mundo, o predomínio das mulheres será a regra, pois elas, naturalmente, são menos egóicas e menos egocentristas, em sua maioria, tendo muito mais facilidade para trabalhar em grupo. Senão vejamos, quando você está dirigindo no transito, quando alguém aparece feito um louco, forçando uma ultrapassagem em local indevido, para, após ter te ultrapassado, virar na esquina seguinte, você tem a certeza absoluta de que o motorista era um homem. Ele tinha a necessidade absoluta de provar para ele e para o mundo, que o carro dele era melhor do que o seu, que o carro dele era mais potente, era mais veloz, tinha mais torque, tinha mais potencia. Fosse uma mulher, ela não teria problema nenhum de esperar pacientemente chegar a sua vez de virar a esquina, sem nenhuma necessidade de te ultrapassar, porque de fato, não havia nenhuma necessidade dessa ultrapassagem. Esse é um exemplo do velho e do novo mundo, na mesma cena.

A verdade principal dessa nova era, é a certeza, de que Deus, não é um velhinho humanizado que fica numa nuvem, no céu, assistindo placidamente os seus filhos se digladiando, lutando uns contra os outros, matando-se em seu nome. Teremos a absoluta convicção de que Deus é uma energia, uma centelha de luz, que habita todo o universo, inclusive nós mesmos. Que cada célula nossa, possui a centelha divina e que, por isso, Jesus nos dizia que somos feitos “à imagem e semelhança do nosso Pai”. As religiões, as entidades que surgiram ao longo da historia, feita por homens, supostamente com a finalidade de ligar o ser humano a Deus, perderá todo o sentido, a partir do instante que esse processo se torna individual, onde esse encontro, se dá dentro de nós mesmos. Teremos a clara percepção de que a Bíblia, a Palavra sagrada, em muitos trechos foi adulterada, foi mudada, para alcançar a finalidade de poder dos mandatários da época. Vários Concílios foram feitos, com a única finalidade de definir e mudar conceitos religiosos, tornando a verdade, algo distante daquilo que hoje é aceito como a Palavra de Deus.

Todos nós, teremos a consciência de que fomos escravizados, fomos manipulados, fomos conduzidos durante milênios, por forças ocultas, por poderosos que não se davam a conhecer ou que utilizavam fantoches para nos conduzir, em seu nome. Entidades trevosas, que exigiam sacrifícios humanos, principalmente de crianças pequenas, governaram o mundo até ontem. O nosso Pai Celestial deu um basta e acabou com esse período negro da nossa historia. Ela pediu que seu filho amado, Jesus, organizasse um exercito de soldados de vários planetas confederados, que vêm há anos, combatendo esses seres trevosos e dando um fim em seu governo oculto, aquilo que nós humanos chamamos de grupo Iluminatti, ou Cabal Negro. A partir do instante em que eles deixam de governar o mundo, que toda a riqueza que eles acumularam durante milênios são descobertos e colocados para a disposição dos governos e das pessoas que foram exploradas até então, o mundo dá um salto quântico importante, tornando-se realmente, um planeta de quinta dimensão. A partir disso, todo o mundo como nós o conhecemos, entrará em franco processo de desmoronamento, como um castelo de cartas ao vento! A industria farmacêutica, que durante centenas de anos, destruiu todas as evidencias de curas das doenças crônicas, do câncer, da depressão, criando cada vez mais medicamentos para escravizar os pacientes, mantê-los dependentes até a morte dos mesmos, será uma das primeiras a cair por terra. Da mesma forma, a industria alimentícia, baseada em alimentos gordurosos, cheio de produtos químicos, supostamente para mantê-los, mas que na verdade, era por nos tornar dependentes, viciados no açúcar, no sal, nos temperos. Na carne, no frango, nos peixes, enfim, nós vivemos de comer os nossos irmãos biológicos. Os grandes bancos, que durante todos os tempos, escravizaram pessoas e governos, criando dividas impagáveis, juros compostos, uma maneira de enriquecer cada vez mais os mesmos, e tornar o mundo todo subjugado pelo capital, pela divida. A industria automobilística e a do petróleo, umbilicalmente ligados, um dependendo do outro, para que tivéssemos um sistema altamente ineficaz, altamente poluidor, que há 200 anos, apresenta a mesma dinâmica, a mesma lógica, fazendo com que a sua eficiência energética fosse baixíssima, sendo a energia do combustível usada para gerar calor, em vez de movimento. Todo esse mundo ira cair por terra, ira ruir em pouco tempo, a partir do instante que seus lideres, que viviam nos subterrâneos e em cavernas infernais, foram presos e serão julgados, por tribunais militares internacionais,  sendo que os seus maiores lideres, serão levados ate o sol central, para serem dissolvidos e se tornarem essência fundamental, ou seja, a centelha divina inicial, a partir do qual ela evolui para outras formas de vida e recomeçarem todo o seu sistema evolutivo do zero, tendo que passar pelos reinos mineral, vegetal animal e hominal, levando milhões, talvez bilhões de anos para recomeçarem o seu ciclo evolutivo.Eles falharam miseravelmente com as leis divinas e serão exemplarmente punidos por isso. Os seus asseclas, serão conduzidos para planetas ainda na idade da pedra, para recomeçarem o seu ciclo evolutivo, enfrentando as agruras de uma natureza em seu estado bruto. Todo esse processo está acontecendo agora, aliás, está se ultimando, nestes anos de 2020 a 2022, quando teremos anos difíceis, anos de escuridão, de trevas, de dificuldades. Mas não tanto, quanto foram profetizados, porque o nosso Pai nos permitiu que tivéssemos uma transição planetária muito mais leve, com muito menos sofrimento e ranger de dentes, do que estava inicialmente previsto.

Com isso, teremos finalmente o florescer de uma nova era, uma era de paz, de prosperidade, de saude, de alegria, a tal propalada terra prometida.

Busquemos todos a iluminação, o conhecimento, o esclarecimento. Desapeguemos de velhos conceitos, sejam eles religiosos, morais, científicos, politicos, históricos, pedagógicos. Tudo isso terá que ser revisto e reconduzido para novos patamares e novos conceitos, para que alcancemos a tão sonhada era de luz.

A Luz venceu!!!!

publicado por drtakeshimatsubara às 15:14 | comentar | favorito
07
Mar 21

LOCKDOWN

Estava resistindo, o quanto pude, para tocar neste assunto, pois sei o quanto ele é polêmico e que serei alvo de várias pedradas, inclusive de colegas médicos, alguns deles até bem intencionados, mas que não estão conseguindo ter uma visão do processo todo que esta ocorrendo no mundo atual

Para mim, este vírus é arma biológica sim, é um instrumento que serviu para atingir diversas finalidades, principalmente beneficiando o pais onde ele se originou, senão vejamos:

1)O mundo todo teve quedas no PIB durante o ano de 2020, somente a China, apresentou crescimento positivo, dentre todas as nações do mundo.

2)A disseminação do vírus se deu de maneira capciosa, espalhando o mesmo através de sua população, durante o Ano Novo chinês, que em 2020 foi no dia 25 de janeiro, quando milhões de chineses viajaram para o mundo e esparramaram a doenca no mundo todo, principalmente Europa, Estados Unidos e Ásia. 3)O mundo todo contabiliza milhões de mortos pelo vírus, mas na China, oficialmente, morreram 4 mil chineses!!!!! A ultima morte ocorreu no ano passado!!!!!4)A China faturou bilhões de dólares, com o fornecimento para o mundo todo de máscaras, de aventais, de kits de diagnostico rápido, com respiradores e agora, com insumos para produzir vacinas!!!! Eles tinham a vacina pronta para vender, com lapso de meses entre a disseminação da doença e do fornecimento da cura, que normalmente, demora no mínimo, 5 anos para que uma vacina fique pronta e possa ser disponibilizado para a população.

Mas, a maior mentira, a maior sacanagem que foi utilizada por esta pandemia, e o que motivou a quebra das economias pelo mundo todo, foi o famigerado lockdown. Ele surgiu durante a epidemia da gripe espanhola, em 1918/9, há mais de cem anos passados, quando não existia vacinas, quando não existia antibióticos, quando não existia sequer microscópio para se detectar os agentes microbianos, muito menos o vírus, que só pode ser visualizado com a invenção do microscópio eletronico, nos anos de 50, do século passado.

O que era para ser feito por alguns dias, por meses para se achatar a curva de contagio, quando as cidades não estavam preparadas para enfrentar a pandemia, quando não havia leitos de UTI preparados para tal, acabou se tornando uma panaceia para todos os momentos, por meses e ano a fio, como se as pessoas não precisassem trabalhar, não precisassem mover a roda da economia!!!!!! Quando eu vejo um funcionário publico defendendo o “fique em casa”, o lockdown, tenho vontade de vomitar, pois é muito cômodo ele ficar meses, anos a fio sem trabalhar, recebendo religiosamente o seu salário todos os meses, sem que o mesmo precise fazer a sua parte, qual seja, trabalhar!!!! Ou no máximo, ficar em casa, em home office, trabalhando a hora que ele quer. Isso, só demonstra então que aquele funcionário poderia ser descartável, que ele não era necessário?!?!?! Minha filha estuda numa faculdade de Medicina Veterinaria, publica, que não tem previsão para a volta das aulas, pois os professores não querem voltar a dar aulas. Não tem aulas presenciais, não pode realizar estágios porque o hospital veterinário esta fechado!!!!! Mas, o salário do professor esta sendo depositado em dia, todos os meses!!!!Enquanto isso, vemos milhões de pais de família desesperados, sem ter o que comer, porque o restaurante, a academia,  buffet, a loja onde ele trabalhava, fechou as portas, não aguentou o baque de meses, ano a fio fechado ou com pouco movimento, porque a população não sai para fazer compras, não sai mais para comer, não pode realizar festas e confraternizações, sob risco de ser preso!!!!

O lockdown está sendo utilizado pelos governadores e prefeitos como única arma para combater esta pandemia! Milhões, bilhões de reais foram enviados pelo governo federal para construir hospitais de campanhas, para comprar leitos de UTI particulares mas, o que aconteceu? Rapidamente eles foram construídos e desativados, pois era uma despesa mantê-los. Respiradores foram comprados em lojas de vinhos, hiperfaturadas nos seus preços, dando azo a todo tipo de corrupção. Falta oxigenio no Estado inteiro do Amazonas roque a secretaria de saude do estado e do município desviaram recursos e foram presos por isso, mas o culpado é o governo federal!

Está muito claro o jogo político, pois João Dória sonha em ser presidente da republica e lidera os governadores num jogo sujo, de fechar seu estado e proibir os municípios de terem autonomia, como aconteceu com a cidade de Bauru, onde a nossa douradense, Suellen Rosim, foi a única mulher de peito, para enfrentar a ditadura de Dória e foi penalizada por essa coragem! Doria quer fechar o Estado quer quebrar o maior estado do pais, para poder jogar a culpa disso no governo federal, como ele já vem fazendo. Tudo com o beneplácito dos jornalistas e da imprensa, que todos os dias tenta promover algum factoide para fazer noticia, contra o governo federal.

Vejam bem, não estou sendo negacionista, o vírus esta ai sim, esta matando milhares de pessoas sim senhor! Amigos meus morreram e alguns outros foram parar em UTI entubados, por causa desse vírus maldito. Mas apenas, estou dizendo que o lockdown não é medida eficaz para se lidar com esta crise.

Cada cidadão precisa se conscientizar de que o vírus existe sim, que ele esta ai, que nos não podemos enxergar o danado, mas que precisamos tocar nossas vidas, precisamos continuar vivendo e respirando, continuar a fazer a nossa parte. Tomar cuidado, utilizar mascara, respeitar o distanciamento social, evitar de fazer aglomerações para lazer, puro e simples. Se tiver que sair e fazer suas atividades laborais, tome as precauções, devidas,

Não dá mais para falar em fechamento total, porque está provado cientificamente que ele não é eficaz, que ele não muda a incidência da doença, que ele não evita a proliferação do vírus, que ele não evita que as UTIs fiquem lotadas.

Vamos fazer a nossa parte, como cidadãos, e enfrentar os problemas de frente, com coragem, mas com honestidade, com ética, com profissionalismo.

Não se admite que alguém enriqueça com a desgraça da maioria da população. Esse alguém, merece ir direto para o inferno!!!!!

Vamos nos cuidar é sermos responsáveis!

publicado por drtakeshimatsubara às 11:44 | comentar | favorito
14
Jan 21

REVELAÇOES

Pessoal, fortes emoções nos aguardam nos próximos meses, a se iniciar agora em janeiro, com muitas revelações sobre as fraudes eleitorais americanas, sobre os vários países que participaram dessa fraude, dos sistemas de informática envolvidos, dos sistemas de satélites que foram usados, etc.

Várias revelações nos aguardam também sobre o vírus que se instalou desde o inicio do ano passado e que causou tantas transformações ao longo do ano que passou e deste ano. Mesmo os médicos, ficarão surpresos com essas revelações, pois perceberão que muitos estudos, muita pesquisa, muito do que foi divulgado pelas entidades mundiais de saude, eram quase todas mentirosas, eram fraudadas ou tinham interesses escusos por trás. Muito do que foi discutido ao longo do ano passado sobre os medicamentos, sobre a cloroquina, ivermectina, nitoxasolida, etc., e sobre as vacinas serão revelados em sua totalidade.

Estejam preparados também para uma forte turbulência, uma enorme tempestade no sistema financeiro mundial. Toda a verdade sobre o sistema maligno que sempre esteve envolvido, sobre o envolvimento de entidades religiosas, sobre países e impérios que estiveram por trás dos lucros fabulosos que as instituições bancarias obtinham, sobre fraudes na construção dos bancos centrais, sobre o sistema que controlava os juros, sobre os bancos mundiais, etc., também virão a tona.

A revelação que causara maior revolta e indignação, será sobre a vida intima dos artistas de Hollywood, dos apresentadores de programas de televisão, sobre jornalistas e grandes empresários e sua maneira peculiar com que se divertiam, sobre o vicio em que estavam envolvidos e na maneira como  eles se mantinham jovens e bonitos, como se o tempo não agisse sobre os mesmos. Está será uma revelação que trará muito asco e embrulhará o estômago das pessoas mais sensíveis.

A industria farmacêutica sempre fora dominada por poucos grupos mundiais, e sempre exerceram um politica nefasta, maligna, para controlar o conhecimento e as pesquisas. Nunca estiveram envolvidos em buscar a cura, a solução dos problemas, mas sim, em viciar, em tornar as pessoas dependentes de seus produtos, de seus fármacos. Os medicamentos e remédios utilizados nas quimioterapias, nos esquemas de tratamento de doenças psiquiátricas, das doenças crônicas, nunca foram feitas para que a pessoa se curasse do problema, mas sim que passasse o resto dessa vida utilizando esses medicamentos e fornecendo lucros fabulosos.

Pesquisadores que obtiveram descobertas que poderiam levar à cura, foram calados ou mortos, para que essas pesquisas nunca fossem divulgadas e não atrapalhassem o sistema rentável que eles tinham criado.

Da mesma maneira, pesquisas cientificas para tornar o ser humano não dependente do petróleo também foram calados, foram perseguidos e mortos, para que tais descobertas não colocassem em risco esse empreendimento que movia bilhões de dólares, que provocava guerras, que sempre esteve envolvido na maioria das guerras do mundo recente.

Em breve, todo o sistema maligno, as poucas famílias que dominaram a riqueza mundial, a industria petrolífera, farmacêutica, química, industrial, o sistema financeiro e todos esses mecanismos que produziram o enriquecimento de poucas famílias e dinastias, em detrimento da escravidão da multidão, será esclarecido e serão presos e condenados à morte.

Em diversos textos, fica evidente que Donald Trump nos EUA, e Jair Bolsonaro, no Brasil, foram homens de coragem, que foram usados por Deus, preparados por seus anjos da guarda, para exercerem o papel crucial, para desmascarar, para expor, para colocar em pratos limpos, toda a sujeira, toda a politicagem, todo o sistema nefasto que imperou durante tanto tempo nos seus países e no mundo, onde a grande maioria dos políticos, das pessoas que ocupam altos cargos, tiveram que vender a sua alma ao diabo, para poderem alcançar a riqueza e agir sempre em defesa do mal, dos bandidos, desse esquema maligno que imperou por longo tempo em nossos países. Quanto mais eu observo, mais aumenta a minha admiração pela coragem, pela fortaleza, pelo patriotismo e pela dedicação dos mesmos ao seu pais, à Deus, para atuarem num momento crucial da humanidade, onde eles foram fundamentais, para que para que todo esse sistema pudesse ser exposto, pudesse ficar às claras para a maioria das pessoas poderem enxergar os seus desmandos e suas maldades.

Todo esse processo é necessário, tudo isso foi previsto por Jesus Cristo, há 2 mil anos atrás, quando de sua passagem pela terra, para que a terra pudesse passar por sua guinada, por seu processo de purificação e de limpeza, para que possamos nos tornar um mundo de justiça, um mundo onde não exista mais escravidão, onde as pessoas trabalhem não para acumular fortunas, mas sim para servir, para ajudar ao próximo, num sistema cooperativo, onde todos se fortaleçam, onde todos possam alcançar a felicidade, onde todos terão o direito a um teto, ao conforto, ao alimento, à paz espiritual

Eu creio que esse tempo é chegado e que, após essa ultima guerra que ora se aproxima, teremos uma terra melhor, de prosperidade e de bonança.

Estejamos todos preparados para a tempestade, para as dificuldades que poderão advir dessa guerra e fiquemos em paz. É aconselhável que todos tenhamos uma reserva de dinheiro vivo em suas mãos, que todos tenham um suprimento de agua e de alimentos para duas semanas, que comprem os remédios que utilizam de maneira continua, porque pode ser que tenhamos algumas turbulências passageiras, decorrentes dessas batalhas que agora estão no seu auge.

Fiquemos todos em paz, com fé em Deus, orando e mandando energia para nosso presidente, para Arcanjo Miguel e seu exercito de luz, para Jesus o Cristo, que estão conduzindo essa guerra, tanto no plano espiritual como físico.

A Luz venceu!!!!!!

 

publicado por drtakeshimatsubara às 14:36 | comentar | favorito
28
Dez 20

ADEUS 2020!

ADEUS, 2020!!!!

Com certeza, viver este 2020 não foi para os fracos e indecisos. Foi um ano em que vivemos um século em um ano. Tivemos em decorrência da pandemia e de suas consequências, um ano completamente diferente de tudo que já havíamos vivido até então. Tivemos que experimentar o isolamento social, que trouxe em seu bojo o medo, a insegurança, o medo da morte, a morte de pessoas próximas e queridas, o luto, que não pôde ser vivido, pois a maioria sequer teve a oportunidade de se despedir de seus entes amados, ficando um hiato, uma pausa mal resolvida, como se de fato, aquela pessoa não tivesse morrido, pois não pudemos fazer um velório e uma despedida a contento. Era de doer o coração assistirmos aos telejornais com cenas de carros funerários passando rapidamente em frente à casa das vítimas, sendo esse o único contato dos familiares com o falecido.
Tivemos as perdas materiais, quase todo o mundo perdeu nesta crise, seja o comerciante, o dono do bar, do restaurante, da agencia de viagens, os hotéis, enfim, a cadeia de serviços praticamente parou de funcionar por vários e vários meses, trazendo em seu cerne, o medo da falência, da perda do emprego, da destruição de um sonho.
Assistimos mais uma vez aos políticos dando mal exemplo, superfaturando a compra de equipamentos, construindo hospitais de campanhas sem nenhum planejamento, desviando dinheiro que fora liberado para a epidemia, utilizando com outras finalidades, muitas delas não republicanas.
Assistimos a divisão de esquerda e direita se acentuando, pois a esquerda pregava o #fiqueem casa, o isolamento social, a vacina, etc., enquanto a direita pregava não ao isolamento, o uso de cloroquina, de ivermectina, e outros, a resistência à vacina chinesa, a não parada da economia.
Assistimos pessoas que continuaram trabalhando em todos os instantes, sem nenhuma interrupção, como os frentistas de postos de gasolina, os entregadores é motoboys, os balconistas de farmácias, os médicos, enfermeiros e funcionários
de casas de saude e hospitais, enquanto outros ficaram em suas casas, trabalhando em home office, por meses a fio. Assistimos meio que incrédulos, o numero de mortos aumentando dia após dia, mês após mês, numa curva que não dá sinais de interrupção, passados mais de dez meses desde o seu inicio. Ficamos com aquela pulga atrás da orelha se de fato todos eles correspondem à verdade, diante dos inúmeros malabarismos que os políticos fazem para justificar o dinheiro recebido para lidar com a pandemia. Da mesma forma que ficamos extremamente desconfiados, ao vermos que a China, país onde se originou a crise, apresenta oficialmente numero de menos de cinco mil mortos, para uma população de um bilhão e meio de chineses!!!!
Todos sabemos que o nosso modo de vida, a nossa roda viva em que estávamos envolvidos, não tinha como acabar bem. Fôramos induzidos a consumir de maneira desenfreada, e os produtos que consumíamos perderam, ao longo do tempo, toda a razoabilidade! Chegamos ao cúmulo de acreditar que precisávamos comprar um Iphone por R$ 14.000,00!!!!!!!! E sem carregador!!!!! E sem fone de ouvido!!!! Que um fone para ele é oferecido por R$7.000,00!!!!!!!Que o automóvel mais barato, um pé de boi de 66 CV chamado Kwid, custe R$50.000,00!!!!!! Uma pessoa que ganhe o salário mínimo precisaria de 14 meses, sem gastar dinheiro com absolutamente mais nada, sem comer, sem pagar a luz, sem comprar roupa, etc., para comprar um celular!!!! Ou 50 meses para comprar o carro mais barato do mercado! Um completo absurdo, uma completa inversão de valores!
Estamos todos assistindo, juntamente com toda essa crise que veio com a pandemia e ao acentuar do egoísmo de alguns, num verdadeiro “salve-se quem puder”, ao fortalecimento das atitudes solidárias, ao aumento das ações sociais, das iniciativas de resgate social, de resgate de animais, enfim, do surgimento de iniciativas cada vez mais firmes e presentes, de ajuda ao próximo. Ao mesmo tempo que alguns se voltam para dentro de si e tentam se isolar da dor externa, uma grande parte da população, ao mesmo tempo que se volta para si, num processo de descoberta, também dirige os seus olhos para fora, para os mais necessitados, estendendo uma mão amiga para aqueles que têm fome, que estão em situação de miséria, de pobreza extrema.
Ao mesmo tempo, tivemos famílias que estavam por um fio resolvendo a situação, se separando, tomando novos rumos. E tivemos famílias que estavam em crise, onde os filhos e os pais não se falavam, que tiveram a oportunidade, forçada, de se encontrar, de conversar, de se entender e resolver seus dramas de anos de falta de comunicação e isolacionismo de seus membros. Muitas pessoas tiveram a oportunidade de desenvolver seus dotes culinários, ou artísticos, ou aprender a fazer jardinagem, a pintar quadros, enfim, tiveram a oportunidade de extravasar um dom que estava quieto, adormecido pela falta de oportunidade e de tempo. Aliás, tempo foi o que muitos tivemos de sobra, por conta da quarentena. E isso, para alguns foi um sofrimento, uma tortura. Para outros, uma oportunidade, uma nova janela que se abriu para novas iniciativas.
Por isso, sou de opinião que nós nunca deveremos blasfemar contra o ano de 2020. Ou de querer ver pelas costas, “já vai tarde!!!!” . Não!!!! 2020 foi o grande ano de nossas vidas! Foi o ano em que pudemos tirar várias vendas de nossos olhos e percebermos o quão vazia e inútil era a nossa vida até então!
Eu sou um grande fã deste trecho da Palavra de Deus, que resume para mim, o momento em que todos estamos passando:
Eclesiástico 2:1 Meu filho, se entrares para o serviço de Deus, permanece firme na justiça e no temor, e prepara a tua alma para a provação;
Eclesiástico 2:2 humilha teu coração, espera com paciência, dá ouvidos e acolhe as palavras de sabedoria; não te perturbes no tempo da infelicidade,
Eclesiástico 2:3 sofre as demoras de Deus; dedica-te a Deus, espera com paciência, a fim de que no derradeiro momento tua vida se enriqueça.
Eclesiástico 2:4 Aceita tudo o que te acontecer. Na dor, permanece firme; na humilhação, tem paciência.
Eclesiástico 2:5 Pois é pelo fogo que se experimentam o ouro e a prata, e os homens agradáveis a Deus, pelo cadinho da humilhação.
Que em 2021, todos nós sejamos melhores, menos egoístas, mais fraternos, buscando sempre o conhecimento, o auto conhecimento e vivermos na fraternidade, pois esses são os caminhos apregoados pelo nosso Cristo Jesus, quando de sua passagem por aqui, para que pudéssemos ser melhores.
Obrigado a todos pela paciência e pela amizade dispensada a mim e aos meus familiares. Amo vocês!!!! Gratidão!!!!!
Que venha 2021!!!!!

publicado por drtakeshimatsubara às 01:28 | comentar | favorito
29
Nov 20

DOM PEDRO II

DOM PEDRO II

 

Como alguns puderam notar, eu tenho uma admiração enorme pelo Imperador Dom Pedro II, que foi, em minha opinião, o maior líder que já pisou por estas terras, em todos os tempos. Tivemos presidentes posteriormente, que mudaram o pais, como Getúlio Vargas,  Juscelino Kubitschek, e tantos outros,  mas o conjunto da obra do imperador, durante os seus 49 anos em que esteve no poder, teve a capacidade de transformar um país atrasado, com mais de 90% da população analfabeta, num país desenvolvido, entre as 10 potências econômicas de sua época, com uma marinha pujante, com o país cortado por milhares de quilômetros de  linhas férreas, com uma industrialização que se iniciava, se tornando uma potência regional, temida e ao mesmo tempo, odiada por seus vizinhos latinos, pois todos temiam a sua hegemonia. O Brasil,  que em 1840 recém havia se tornado independente de Portugal, 18 anos depois, e que após um governo conturbado do seu pai, o imperador Dom Pedro I e de um periodo de regências, que haviam convulsionado o país em várias revoltas secessionistas, o país e sua população  sentiram a necessidade de entronar Dom Pedro II, então com 14 anos de idade, para governar este país continental. E assim, ainda um menino imberbe, ele assume o trono como imperador do Império brasileiro.

Quando assumiu o poder, logo em seguida, já se percebeu o seu jeito diferente de governar, pois ao mesmo tempo em que enviava tropas militares do governo imperial para sufocar os levantes em Rio Grande, hoje Rio Grande do Sul, na Bahia, em Pernambuco e em outras províncias, ele chamava os líderes para conversar, anistiava a todos de seus supostos crimes contra o Império e permitia que os mesmos pudessem exercer sua força politica, candidatando-se como políticos aos cargos da época, não aceitando que fossem presos ou fuzilados por traição, como seria de se esperar em outras ocasiões.

Era um homem tímido, extremamente simples, despojado e que não permitia gastos supérfluos, bem diferente dos imperadores e reis europeus, que despendiam fortunas em festas, em luxo na construção de palácios, de teatros, em salões de concertos e saraus onde a alta nobreza se esbaldava, enquanto a plebe morria de fome. A sua dotação anual, nunca sofreu aumento durante todo o período de seu mandato. Apesar da insistência dos amigos e de alguns familiares, o imperador jamais permitiu que esse dispêndio fosse aumentado, dizendo que vivíamos num pais pobre e que esse dinheiro seria mais útil empregado em escolas, hospitais, em revitalizações das cidades e outras despesas publicas, do que bancando o luxo da família imperial.

Era um grande estudioso, que falava fluentemente dezenas de línguas diferentes, lendo textos em seus originais, e um grande  defensor das artes e da cultura.  Alem de o governo imperial subvencionar diversas bolsas de estudo para músicos e artistas estudarem na Europa, o próprio imperador gastava quase a metade do seu “salário” para fazer o mesmo, ou seja, ajudava a manter os estudantes em escolas de artes e musicas por toda a Europa. A imperatriz Tereza Cristina era outra mulher extraordinária, também despojada e extremamente simples, que adorava cozinhar para o marido e para a família, alem de se vestir com extrema simplicidade. Os jornais e as revistas da época não se cansavam de satirizar, de fazer charges e caricaturas da família imperial, em virtude da simplicidade e do despojamento dos mesmos. Mas a imprensa brasileira, tinha total liberdade,  pois o imperador jamais admitiu a censura que outros governantes impunham para os meios de comunicação da época, podendo falar e criticar livremente o imperador e sua familia, além de dar voz aos movimentos republicanos, no período final de seu mandato.

Era um abolicionista convicto, e toda a sua família não admitia escravos nos palácios e nas fazendas imperiais, utilizando o trabalho de negros alforriados e assalariados para o trabalho pesado em suas propriedades. Defendia abertamente a abolição dos escravos, mas toda a força econômica da época era baseada nas grandes fazendas de plantações de cana e posteriormente, de café, baseados todas na mão de obra escrava. Os políticos eram todos oriundos dessa classe de fazendeiros  e jamais colocariam em votação leis que contrariassem seus interesses econômicos. Por isso, a luta pela abolição foi desigual, tendo demorado todo o período de seu mandato para ser implantado somente no seu final. Ele sabia que isso determinaria o seu destino de governante, que seria apeado do poder pelo poder econômico e politico, mas mesmo assim, preferiu tomar essa atitude.

O Brasil, em meados de 1860, apesar do crescimento econômico vertiginoso, ainda apresentava grandes deficiências em termos militares, pois o imperador não via com bons olhos as despesas neste setor. Quando ocorreu a Guerra do Paraguai, em seu inicio, o Paraguai contava com uma força militar 7 vezes maior do que o império. Este foi o fator decisivo que autorizou Solano Lopez à declarar guerra contra o Brasil, pois tinha claro a sua superioridade militar na época.  Mesmo a Tríplice Aliança, entre Brasil, Argentina e Uruguai, não era suficiente para contrabalançar esse desequilíbrio de forcas. O país se viu forçado a criar uma força militar, os chamados Voluntários da Pátria, para criar um exército de voluntários que pudesse ter soldados para lutar na guerra contra o inimigo paraguaio. Neste momento, os fazendeiros enviaram os seus negros para lutar na frente de batalha, em vez de enviar seus filhos. No inicio, isso causou uma luta desigual, com os soldados paraguaios bem treinados, contra um exercito predominantemente brasileiro de escravos mal preparados e mal treinados. Foi necessário convocar Caxias, que na época era senador do Império, para assumir o comando do Exército brasileiro e minimamente treinar os soldados e os oficiais, para aprenderem estratégia militar que permitisse o enfrentamento dos soldados paraguaios. Estes eram extremamente bravos e corajosos, lutando até a morte, não se entregando nem se rendendo, o que aos poucos, foi desequilibrando a força para o lado brasileiro. As batalhas navais da recém criada Marinha brasileira, liderados pelo Almirante Barroso, foi outra frente que obteve vitórias expressivas, destruindo a força naval paraguaia e abrindo caminho para a vitória da Tríplice Aliança.

Ao final da Guerra do Paraguai, tínhamos um pais endividado, com o fortalecimento dos militares, que se aliaram aos fazendeiros de café e com isso, implantaram a República, em 15 de novembro de 1889.

Apesar das inúmeras lutas politicas e dos embates que ocasionaram crises sem fins, com quedas de gabinetes e trocas de ministérios, a popularidade do imperador com a população em geral sempre foi muito elevada, na faixa dos 90% no período final de seu mandato. Por isso, dizemos que a Proclamação da Republica foi um grande golpe militar, sem nenhum apelo popular, pois a grande maioria da população estava alheia a essa luta politica.

O Marechal Deodoro, que se portou de maneira dúbia, ora defendendo o imperador, ora o movimento republicano, era a maior autoridade militar da época e quando decidiu-se pelo lado republicano, liderou o movimento militar que destituiu o imperador e exilou a sua família para a Europa. Muitos generais do Exército e almirantes da Marinha se mostraram fiéis ao imperador e decidiram enfrentar a revolta. Mas, mais uma vez, a grandeza do imperador não permitiu que o movimento contra-revolucionário seguisse adiante, pois ele não queria o derramamento de sangue de uma guerra civil entre brasileiros. E rumou para o exílio, levando consigo um saco cheio da areia das praias cariocas, para matar a saudade da pátria que amara mais do que a sua própria vida.

Debilitado, com a saude frágil por conta de um diabetes que foi minando as suas forças, ele morreu poucos anos depois, num quarto pobre de uma pensão em Paris. O seu velório praticamente parou a cidade luz, com vários reis e imperadores, além de representantes de quase todos os países mais importantes da época, comparecendo ou mandando representantes para as exéquias fúnebres do imperador, que fora amado e admirado pelo mundo todo.

A vida de Dom Pedro II rendeu diversos livros de vários autores, mas quase todos foram unânimes em reconhecer a grandeza de alma e a importância dos quase cinquenta anos de seu governo, para sedimentar o nosso jovem país e permitir que hoje, tenhamos um país pujante, forte, e o mais importante, unificado, não tendo sido fragmentado em vários países, como nossos vizinhos de língua espanhola da América do Sul e Central.

Infelizmente, as escolas brasileiras dão pouquíssima importância para esse grande líder e quase não reconhecem a sua importância histórica que ele teve para a fundação do Brasil!!!!

publicado por drtakeshimatsubara às 21:31 | comentar | favorito
08
Out 20

AS CRIANÇAS INDIGOS, CRISTAIS E AUTISTAS

AS CRIANÇAS INDIGOS , CRISTAIS E AUTISTAS

 

A partir da década de cinquenta do século passado, tivemos o  nascimento de seres com comportamentos parecidos, bastante questionadores, irrequietos, agitados, criativos, irreverentes. Muitos médicos e professores tacharam essas crianças de hiperativas e supermedicaram com ritalina, e outros medicamentos para hiperatividade. São as chamadas crianças índigo, que vieram com a missão de preparar o terreno para a transição planetária, que está ocorrendo agora.

Esses espíritos tinham como missão, questionar os métodos pedagógicos empregados pelas escolas, baseados em premissas  de séculos passados e que não se aplicam mais nos dias de hoje. Vieram também para questionar os valores religiosos, os valores morais e a ética baseada apenas na aparência, ou seja, pessoas hipócritas, que se portavam como moralistas na frente da sociedade, mas tinham um monte de podres na vida particular ou secreta. Vieram para revolucionar, para questionar, para quebrar paradigmas e criar novos valores. Mas, devido ao despreparo da sociedade, dos pais, das escolas e de todos nós, muitos deles se perderam no seu propósito, muitos se suicidaram, alguns se perderam nas drogas, outros acabaram por se engajar e se tornar apenas mais um na sociedade, descumprindo com sua missão.

Vieram preparar o terreno para a vinda das chamadas crianças cristais, que começaram a vir a partir do ano 2000 e, que depois de 2012, estão nascendo aos montes em todo o planeta.

As crianças cristais são espíritos cuja aura é cristalina, apresentando um comportamento que surpreende pais e educadores. Muitos deles começam a falar um pouco mais tarde do que seria considerado normal, por volta dos 3 anos de idade. Alguns deles começam a falar em línguas estrangeiras, como alemão, russo, latim, etc., de forma fluente e com frases perfeitas, com palavras concatenadas e formando orações completas. Muitos deles apresentam dons artísticos, capacidade muito precoce de tocar instrumentos musicais com perfeição, como piano, violino, instrumentos de sopros e outros, sem nunca terem frequentado uma academia de musica ou visto o instrumento anteriormente. Chamam a atenção do pediatra, desde muito pequenos, por serem crianças que não apresentam as reações de medo e desconfiança usuais nas crianças mais novas, entre 9 meses e 2 anos de idade, pedindo colo para pessoas desconhecidas, não apresentando as reações de choro intenso, quando são examinadas, permitindo o exame físico, quando as outras crianças de sua faixa etária geralmente reagiriam com desconfiança ou medo. Ou ambos.

Não há, pela ciência atual, uma explicação plausível para o nascimento de tantas crianças cristais.

Outra coisa que tem acontecido com muita frequência, no consultório de um pediatra, é a procura dos pais com crianças por volta de 2 a 3 anos de idade, com atraso na fala, com certa dificuldade de relacionamento, com tendência ao isolamento, com trejeitos e atitudes repetitivas, e que, ao buscar o atendimento especializado de um psiquiatra infantil, são diagnosticadas como portadores de autismo. Este quadro é diagnosticado como sendo um espectro, ou seja, existem variações em termos de gravidade do problema, sendo alguns mais graves, com um quadro sintomático mais extenso e abundante, até o quadro mais leve, com sintomas pouco claros, quase indefinidos, sendo estas últimas de difícil diagnostico.

As explicações dos textos científicos e dos artigos médicos não têm me parecido serem conclusivos e definitivos. Existem controvérsias entre os diversos autores, não havendo consenso sobre as causas que levariam a esse aumento exponencial da incidência desse problema.

A doutora Mônica de Medeiros, médica paulista, formada pela Unicamp, com especialização em cirurgia nos Estados Unidos e médium, diretora da Casa do Consolador, um centro espirita que atua na capital paulista e que atua em diversos congressos de ufologia e espiritualidade, e que recebe vários espíritos, dentre eles Sheliana, um  ser extra terrestre que veio de um planeta do braço de Órion, me explicou, quando participava de um congresso, que existem 3 causas para o autismo. Segundo ela, o autista grave seria a reencarnação de espíritos endividados, geralmente magos negros, espíritos que se especializaram a fazer o mal, a dominar outros espíritos, a fazer experimentos científicos com eles. A sua vinda, com um quadro comportamental tão grave, com isolamento social, com movimentos repetitivos, muitos deles com extrema inteligência para determinados temas, mas praticamente incapazes de se relacionar com outras pessoas, se deveria a esse carma pesado, com esta vida sendo a ultima oportunidade de resgate de suas dividas.  Os moderados, seriam espíritos de outros orbes, de outros planetas, que encarnaram na terra, neste momento de transição planetária, para ajudar no processo. São seres que apresentam uma grande demora para aprender a falar, pois muitas vezes a fala oralizada não fazia parte de sua experiência de vida no outro orbe.  Os autistas leves, seriam em grande parte, crianças cristais, que por serem chamadas crianças hibridas, ou seja, por apresentarem um DNA diferente do nosso, apresentam um comportamento diferente, comunicando-se mais por telepatia e com isso, demorando para verbalizar as palavras.

De fato, como pediatra, eu tenho observado uma mudança radical no perfil dos meus pacientes, e ainda não encontrei uma explicação cientifica razoável, que me permitisse fazer um julgamento sobre o que está de fato acontecendo em nosso planeta.

Só sabemos que muitos fatos que nos são ensinados hoje, nas escolas, nas igrejas, os valores sociais e os ensinamentos históricos que nos foram passados, estão cheio de lacunas e de muitas mentiras e inverdades. Parece que muitos dos ensinamentos de Jesus Cristo foram modificados nos Concilios da igreja, principalmente no Concilio de Niceia, de 325 d.C, onde o imperador de Roma,  Constantino, que transformou a Igreja em Catolica Apostólica Romana, tornando a religião católica a religião oficial do império romano e fazendo diversas modificações nos textos bíblicos, suprimindo conceitos apresentados pelo Cristo, escolhendo os textos que compunham o Novo Testamento, etc. Muito da base filosófica do cristianismo foi perdido naquele Concilio, que transformou a igreja católica numa base politica e de concentração de poder terreno. Tudo isso virá à tona nos próximos meses, quando varias verdades que nos foram escondidos por séculos, virão à tona. É necessário que nós estejamos com o coração aberto e preparados para tomarmos conhecimento dessas verdades históricas e religiosas, pois para mim, nada muda e nada mudará. Acredito num Deus de bondade, num Deus de amor, num Deus que cuida de nós e que não teria nunca o aspecto vingativo, cruel, conforme retratado no Velho Testamento, tomando partido de um povo em detrimento de outro, escolhendo os judeus como seus filhos e causando a morte dos seus inimigos, causando a queda de muralhas de Jericó, para que o exército dos seus filhos diletos a pudesse invadir. Da mesma forma, vejo como bobagens, ver um jogador de futebol se ajoelhar e rezar, quando marca um gol no time adversário, como se Deus tivesse um time de sua preferencia!!! Acredito que a justiça divina é algo perfeito, sem favorecimentos, sem filhos prediletos, sem iniquidade e sem lado. Acredito também que Jesus Cristo era o filho de Deus que veio para a terra para nos ajudar, para nos abrir os olhos e nos ensinar a amar e a sermos seres melhores. Mas, como disse acima, muitas de suas falas foram suprimidos por homens que se intitularam seus porta-vozes e transformaram as suas idéias em algo menor e instrumento de poder e de subjugação dos seus fiéis. Por isso, mesmo sendo contraditório, eu continuo acreditando nos conceitos da igreja católica, pois a sua base, Deus, Jesus Cristo o Espirito Santo  e Maria, são para mim verdadeiros e eternos!

A minha sede de conhecimento e pela verdade me torna um ser livre das amarras das religiões, do conhecimento oficial, da ciência e mesmo da medicina oficial. Há 500 anos atrás, provavelmente seria um forte candidato a uma fogueira da inquisição.

Por isso, se alguns conceitos citados neste texto te choca, peço que aguarde com paciência o desenrolar dos fatos nos próximos meses. Acredito que muita mudança esta para vir e para transformar este planeta num lugar muito melhor para se viver. Que muito daquilo que conhecíamos como verdade, será desmentido, será transformado em pó e novas verdades, agora verdadeiras e reais, nos serão apresentados, colocando um pingo nos is.  A se aguardar!!!

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por drtakeshimatsubara às 19:10 | comentar | favorito
17
Jun 20

...


SANTANA DO ITARARÉ, PR



A minha família, procedente do Japão, em 1953, viera para o Brasil, como imigrantes, para trabalhar em uma fazenda de cacau na cidade de Una, BA. Porém, minha mãe estava gestante do meu irmão Ryuiti e, como aquela região baiana era muito carente de condições de saude e recursos, o meu avô materno, que havia chegado uns 17 anos e se instalado em Santana do Itararé, PR, mandou passagens de avião para os meus pais, quitaram as dividas de viagem de minha família e as levaram para aquela cidade.

No dia 18 de agosto de 1962, uma noite de sábado, a família toda, com exceção de minha mãe e minha parteira, Senhora Ono, haviam ido assistir filmes japoneses num barracão, 2 km de distancia de nossa casa. Para os imigrantes japoneses radicados no Brasil, os filmes japoneses, produzidos pela Toho, Toei e Nikkatsu, eram levados por mascates, geralmente com kombis, com seus projetores que eram movidos por geradores elétricos. Os pais assistiam sentados em bancos de madeira e as crianças geralmente dormiam no chão, sobre edredons, enquanto os filmes, geralmente em numero de 2, eram apresentados sobre uma tela, feita de lençóis brancos estendidos na parede. Era um acontecimento que se não me engano, eram feitos a cada dois meses. E toda a comunidade de japoneses e seus filhos compareciam para assistir a filmes sobre yakuza, samurais, filmes de romance, comédia, etc, que eram apresentados. Esse barracão, durante o dia, era a sala de aula da escola rural, onde estudávamos, várias séries lado a lado, com uma única professora, que ensinava alunos do primeiro ao quarto ano, no mesmo espaço.

Santana do Itararé era uma cidade que teve uma grande leva de imigrantes japoneses da Província japonesa de Wakayama, no Japão, em 1953. Através da intercessão de um imigrante japonês que havia enriquecido, da região de Marilia, SP, chamado senhor Yasutaro Matsubara, que se tornara um grande líder da colônia japonesa no Brasil, e foi um dos responsáveis pela vinda dos japoneses a Dourados, MT(hoje MS), em 1953, na época da criação da Colônia Agrícola Nacional de Dourados, a CAND. Esse senhor, um grande visionário e idealista, preocupado com os seus conterrâneos, principalmente de sua terra natal, Wakayama, que viviam as grandes dificuldades de um pais que havia sido devastado pela Segunda Guerra Mundial, com fome, desemprego, inflação galopante e miséria, intercedeu, junto ao Presidente Getulio Vargas, de quem havia se tornado amigo íntimo e que tinha livre acesso ao presidente, que o chamava de Compadre Matsubara. Esse senhor, apesar do sobrenome, não tem nenhum parentesco com minha família. Pois bem, o senhor Yasutaro Matsubara comprou com seu dinheiro, uma fazenda em Santana do Itararé, PR, outro em Una, na Bahia, e havia conseguido as terras de graça em Dourados, para trazer os imigrantes de sua terra. O produtores pagariam essa terra e suas benfeitorias, ao longo dos anos, com sua produção. Mas, os seus projetos de colonização falharam, porque as regiões eram muito distantes, tinham graves problemas de infra-estrutura e muitos imigrantes e familiares morreram de doenças, como malária, febre amarela, tuberculose e outras, para as quais ,seus sistemas imunológicos não estavam preparados. Com isso, não puderam honrar os financiamentos que os imigrantes haviam feito e o final da historia do seu Yasutaro foi melancólica, tendo falido, perdido toda a sua fortuna e voltado com sua esposa para o Japão, para morrer em 1961, na miséria.

Mas, a sua obra em Santana frutificou e as famílias aos poucos foram comprando as terras vizinhas ou expandindo seus limites, criaram clubes de recreação, onde os membros da colônia se reuniam, praticavam esportes, tinham o seu lazer. Os clubes de senhoras, fujinkai, o seinenkai (clube de moços), o rojinkai (clube de idosos), se reuniam num clube, que haviam fundado em Santana, ao lado da Cooperativa Agrícola de Cotia, outro braço criado pelos imigrantes japoneses no Brasil e que era o local onde quase toda a produção deles era vendida e os insumos comprados.

Santana do Itararé era uma região de solo arenoso e muito propicio para o plantio de batatas e feijão. Diferente da monocultura de soja e milho que hoje conhecemos em nossa região, essas culturas tinham algumas peculiaridades. Em média, a cada 3 a 4 safras, o produtor acertava a produção e o preço e ganhava muito dinheiro. As outras, quando muito, conseguiam empatar, pois o preço era regulado pelo consumo e como são produtos que não fazem quase pauta dos produtos de exportação, seus preços oscilavam demais, de acordo com a produção e a demanda. Com isso, ao longo dos anos, muitos produtores acabavam muito endividados e acabavam quebrando.

Eu tenho uma ligação toda especial com Santana. Apesar de ter saído ainda criança, para estudar e morar em outras cidades, nós, descendentes de japoneses, chamamos nossa cidade natal de “furusato” a terra das nossas origens. De minha casa, eu avistava, no lado paulista, a Serra dos Pais, do outro lado do rio Itararé, que faz a divisa de PR e SP. A minha infância e toda a riqueza de uma infância vivida no sitio, como caçar passarinhos com estilingue, com arapucas, subir em árvores para colher frutos, nadar em açudes, correr, brincar, brigar com os amigos, tudo isso, são memórias guardadas principalmente de Santana.

Meu pai tinha uma pequena propriedade, onde criava porcos, tinha granjas para criação de galinhas e produção de ovos, plantava arroz, tomate, batata, etc.

O meu pai era um homem muito calado, de pouca conversa. A minha mãe, uma mulher que vivia de bem com a vida, falava por ele e por ela. Minha mãe frisava muito a questão da honestidade, da ética. Uma mulher que mal havia concluído o que seria nosso ensino primário de hoje, tinha uma sabedoria imensa, e sempre cobrou dos filhos, a necessidade de sermos honestos, de sempre cuidarmos muito de nossas atitudes, para não manchar a honra da família, Tenho uma gratidão enorme por meus pais, pelas lutas que empreenderam, para sobreviver a guerras, à fome, às dificuldades, para começarem, do zero, uma vida em uma terra estranha, e me permitido ser o que sou hoje.

Em 7 de setembro de 2018, o prefeito Joas Michetti, através da atuação do seu assessor, Valter Almeida, que havia me encontrado no facebook e lido meu blog, concede, conjuntamente com a Camara de Vereadores daquela cidade, o título de cidadão santanense honorário. Fui receber tamanha honraria, levando toda a minha família, e minha irmã Naoko e meu cunhado Paulo Kunihiro, com seu filho Koji, alem de minha sobrinha Amanda e seu marido, estiveram na data festiva. Foi uma grande honra, ter o meu nome indicado para um título de tamanha relevância. Dediquei esse título aos meus pais, meus tios e irmãos, pela história deles, ligados àquela terra, que eu amo muito!

Obrigado Santana do Itararé. Seu filho sempre procurará honrar o seu nome e levar no coração as memórias vividas naquela terra, da qual me orgulho muito de ter nela nascido!!!

publicado por drtakeshimatsubara às 12:31 | comentar | favorito